Homepage
Cruzado
Perspectivas
Fazer uma doação
Acerca de Fátima
Notícias
Documentação
Terceiro Segredo
Consagração
Orações
Livraria
Mesa de trabalho do Padre
Apostolado
Informações
THE FATIMA NETWORK
ImageMap for Navigation Porquê Fátima? Mapa do site Contacto
Essencial: Os Pedidos: As Armas do Céu (I)
As Armas do Céu

Por graça divina de Deus e por intercessão de Nossa Sagrada Senhora e dos Santos, o homem recebeu armas poderosas para conseguir a salvação e para se proteger contra "as armadilhas e a maldade do demónio." Entre elas, devemos atribuir dignidade aos Sete Sacramentos, instituidos por Nosso Senhor Jesus Cristo e administrados por sua santa Igreja católica. Além destes complementares aos sacramentos, o Céu também forneceu orações e práticas à humanidade, para aumentar a virtude e evitar os perigos para a fé e para a ética.

Em Fátima, a Mãe de Deus deu ênfase à importância imprescindível da recitação diária do Rosário e indicou o seu desejo que todos os católicos usassem o Escapular Castanho como sinal visível da sua devoção. Estas duas grandes devoções de Fátima estão ligadas indissolùvelmente às dos primeiros cinco sábados (que instituiu Nossa Senhora em Pontevedra, Espanha em 1925) e as sete oracões de Fátima que tradicionalmente se associam com as Suas aparições.

rosary1.jpg - 7.2 KO Santíssimo Rosário
O Rosário tem sido prezado na Igreja por muitos séculos. Num sentido profundo, é o resumo da fé cristã em linguagem e em orações inspiradas pela Biblia. O Papa Pío X escreveu que "entre as devoções aprovadas pela Igreja, nenhuma tem sido favorecida pela tantos milagres como a devoção ao Santíssimo Rosário."

O Rosário originou com São Domingo, um frade espanhol do século 13 que foi o fundador da Ordem de Pregadores (mais bem conhecida por Os Dominicanos) e um missionário poderoso contra a heresia. Uma noite, enquanto estava em oração profunda, Nossa Senhora lhe apareceu, com o Rosário na mão, e lhe disse: "Sê de bom ânimo, Domingo. O remédio para os males que lamentas será a meditação na vida, na morte e na glória de Meu Filho, unindo tudo com a recitação da saudação angélica (Avé Maria) através da qual se anunciou ao mundo o milagre da redenção. Esta devoção, que inculcarás tú pregando, é muito prezada por Meu Filho e por Mim. Os fieis obterão vantagens com ela e sempre me encontrarão pronta a ajudá-los nos seus desejos. Este é o dom precioso que te deixo a ti e aos teus filhos espirituais."

Através dos séculos, inspirados pelo ensino de São Domingo e de seus discípulos, sobretudo O Sagrado Alain de la Roche e São Luis de Montford, o Sagrado Rosário tem-se feito a devoção católica mais querida e mais popular. Há muito que se associa com milagres inumeraveis de fé e de cura.

Falando das aparências de Nossa Senhora em Fátima (onde se identificou como "a Senhora do Rosário"), o Frère Michel de la Sainte Trinité escreveu que "se Ela quiz aparecer na Cova da Iria segurando (o Rosário) na mão ... " foi para nos demostrar que "e o meio mais seguro, porque é o mais fácil e o mais humilde, de conquistar o Seu Coracão e de obter a Sua graça divina."

Como Rezar O Terço

As Quinze Promessa Do Rosário

A Irmã Lucia Fala Sobre O Rosário

scap2.jpg - 8.0 KO Escapular Castanho
de Monte Carmel

O Escapular Castanho é um sacramento, um de muitos artigos postos de parte ou santificados pela Igreja para inspirar a devoção e aumentar a santidade. A ordem carmelita, à qual pertence o escapular, originou em Monte Carmel na Terra Santa e o própio escapular é uma representação em miniatura do traje que vestiam os monges como sinal da sua vocação e da sua devoção.

O escapular consiste em duas peças pequenas de lã castanha conectadas por cordão e vestidas sobre os ombros. O escapular tem que ser castanho, de feitio retangular e feito 100% de lã de ovelha (simbólico de Jesus, a Ovelha de Deus). Os cordões que conectam as peças de lã podem ser de qualquer côr ou material e desenhos nos escapulares são facultativos. O escapular deve ser usado sobre os ombros, uma parte para a frente e uma para trás.

A devoção do escapular nasceu a 16 de Julho de 1251 quando Nossa Sagrada Mãe apareceu a São Simão Stock, general da Ordem Carmelita, em resposta a suas orações sinceras de assistência. Segurando o escapular ante ele, Nossa Senhora falou, dizendo:

"Toma este escapular. Quem morra com ele vestido não sufrirá o fogo eterno. Será um sinal de salvação, uma proteção ante perigo e uma promessa de paz."

Esta grande promessa foi magnificada mais ainda uns oitenta anos mais tarde quando a Rainha dos Céus apareceu a Jean Drèze (mais tarde o Papa João XXII) e lhe disse que "aqueles que forem cobertos com este traje sagrado serão livrados do Purgatório o primeiro sábado após as suas mortes." Esta grande segunda promessa a respeito do escapular tem o nome de Privilégio Sabatino e está baseado em um decreto emitido por João XXII em 1322 (e reconfirmado 400 anos mais tarde pelo Papa Paulo V). No nosso século, O Papa Benedito XV, como sinal de sua aprovação, concedeu uma indulgência de 500 dias cada vez que se beijasse o escapular.

Na sua essência, o escapular é uma oração em que Nossa Senhora nos traz mais perto do Coração Sagrado de Seu Filho Divino. Por mais de setecentos anos, a promessa do escapular foi provada teológicamente são e confirmada por milagres que o abençoado Claude de la Colombiere chamou "mais numerosos e autênticos" que qualquer outra devoção sacramental.

Dê muita importância ao seu Escapulário

Investidura No Escapular Castanho

A Irmã Lucia e O Escapular Castanho

O Céu Aberto pela prática das Três Ave-Marias




Formatado para impressão
Volta

imagemap for navigation Página inicial Mapa do site Contacto Pesquida Início da página>
<AREA SHAPE=DEFAULT HREF=