As Armas do Céu

Os Cinco Primeiros Sábados

Na noite de quinta-feira, 10 de Dezembro de 1925, depois de jantar, a Irmã Lúcia dos Santos (então uma postulante na casa doroteana em Pontevedra, Espanha) recebeu uma visita do Menino Jesus e da Virgem Maria na cela do seu convento. Mostrando à jovem freira um coração rodeado de espinhos, Nossa Senhora disse-lhe:

“Olha, Minha filha, weapons1.jpg - 8.4 K o Meu Coração cercado de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam, com blasfémias e ingratidões. Tu, ao menos, empenha-te em Me consolar e diz que todos aqueles que durante 5 meses no primeiro sábado, se confessarem, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço, e Me fizerem 15 minutos de companhia, meditando nos 15 mistérios do Rosário, com o fim de Me desagravar, Eu prometo assistir-lhes na hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas.”

Encarregada com esta missão pelo Rei e a Rainha do Céu, a freira de 18 anos começou imediatamente o trabalho de fazer conhecer os seus pedidos por esta devoção. Informou logo a sua imãe superior e também ao seu padre confessor, o Padre Lino Garcia. Foi ele, de fato, que a mandou escrever imediatamente tudo o que diz respeito à revelação. Mais tarde, escreveria ainda mais a fundo ao Bispo Pereira Lopes e a muitos outros, trabalhando para estabelecer nos corações dos que a rodeavam a urgência de promover este presente novo de graças e maravilhoso.

Escrevendo à sua mãe dois anos após a visita de Nosso Senhor e Nossa Senhora, a Irmã Lúcia rogou-lhe que adotasse esta devoção nova que “Eu sei é do agrado de Deus, e que foi a nossa querida Mãe do Céu Quem a pediu.” Em outra carta escrita depois de que foram tomados os primeiros passos para conseguir a aprovação oficial da Igreja para a devoção, ela deu enfase à sua importância crítica em salvar almas: "Não se pode imaginar a alegria que sinto ao pensar no consolo... que os Corações Sagrados de Jesus e de Maria vão receber e do número enorme de almas que vão ser salvas através desta devoção afável."

Através dos esforços incansáveis da Irmã Lucia e do outros, esta enorme mas simples devoção tem-se espalhado pelo mundo nas últimas sete décadas, unindo milhões em um ato de reparação universal e contínuo que procura consolar os Corações de Jesus e Maria e salvar almas em todos lados. A própria Irmã Lúcia escreveu que "a maior alegria" que sente, "é ver que o Coração Imaculado de Nossa Mãe tão carinhosa é louvado e consolado por meio desta devoção."

Uma Breve Explicação
Dos Cinco Primeiros Sábados

A IRMÃ LÚCIA EXPLICA
A DEVOÇÃO DOS PRIMEIROS CINCO SÁBADOS

lady.jpg - 8.1 K As Sete Orações de Fátima

Durante o processo das aparições de Fátima, as três crianças videntes foram ensinadas cinco orações únicas e poderosas, duas pelo Anjo da Paz e três pela Mãe de Deus. Mais tarde, aparecendo à Irmã Lúcia em Rianjo, Espanha, Nosso Senhor Jesus Cristo ditou mais duas orações. Para milhões de pessoas, estas orações são hoje uma personificação viva da mensagem de esperança e de paz que Nossa Senhora deu ao mundo em Fátima. Nos últimos anos, através dos esforços do Apostolado de Nossa Senhora, tem desenrolado a práctica piedosa de recitar uma (ou mais) destas orações em uma base diária. O seguinte horário de orações é apenas uma sugestão; tome a liberdade de as recitar em qualquer ordem que lhe pareça cómoda ou apropriada.

Segunda-feira

Meu Deus! Eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Terça-feira

(quando fazendo um sacrifício dize)
O Jesus! E por Vosso amor, pela conversão dos pecadores, e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria.

Quarta-feira

Ó meu Jesus! Perdoai-nos e livrai-nos do fogo do Inferno, levai as almas todos para o Céu, principalmente as que mais precisarem.

Quinta-feira

Ó Santíssima Trindade, eu Vos adoro... Meu Deus, meu Deus, eu Vos adoro no Santíssimo Sacramento.

Sexta-feira

Doce Coração de Maria, sêde a salvação da Rússia, de Espanha, de Portugal e de todo o mundo.

Sábado

En nome de Vossa Concepção Imaculada y pura, Maria, alcança-me a conversão da Rússia, de Espanha, de Portugal, e de todo o mundo.

Domingo

“Santíssima Trindade, Padre, Filho, Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E, pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.”

A Medalha Milagrosa