Homepage
Cruzado
Perspectivas
Fazer uma doação
Acerca de Fátima
Notícias
Documentação
Terceiro Segredo
Consagração
Orações
Livraria
Mesa de trabalho do Padre
Apostolado
Informações
THE FATIMA NETWORK
ImageMap for Navigation Porquê Fátima? Mapa do site Contacto
Devoção ao Santo Padre Pio

Devoção ao Santo Padre Pio

Deus mostrou o Seu amor pelo nosso tempo de muitas maneiras. Deu-nos guias como o Papa S. Pio X e o Cardeal Mindszenty, e a firmeza de mártires incontáveis. Também nos enviou a Sua Mãe em Fátima. Outra das muitas graças extraordinárias que Deus concedeu ao Século XX foi S. Padre Pio.

O Padre Pio nasceu numa família de lavradores simples e trabalhadores em 15 de Maio de 1887, em Pietrelcina, no sul da Itália. Foi ensinado particularmente até entrar no noviciado dos Frades Capuchinhos com 15 anos. De saúde frágil mas com uma vontade firme, completou os estudos necessários com a ajuda da Graça e foi ordenado sacerdote em 10 de Agosto de 1910.

Em 20 de Setembro de 1918, as cinco chagas da Paixão de Nosso Senhor apareceram no seu corpo, o que fez dele o primeiro padre com estigmas na história da Igreja. Foram concedidos a muitos santos alguns dons extraordinários, como milagres, bilocação, leitura dos corações, perfume, estigmas e profecia. O Padre Pio não tinha só um destes dons; possuia-os todos. Ao seu confessionário acorriam muitas pessoas, e muitas mais receberam os seus santos conselhos e orientação espiritual por correspondência.

Toda a sua vida foi assinalada por longas horas de oração e austeridade contínua. As cartas que escreveu aos seus directores espirituais revelam os inefáveis sofrimentos, físicos e espirituais, que o acompanharam enquanto viveu. Também revelam a sua união muito profunda com Deus e o seu amor ardente pela Sagrada Eucaristia e por Nossa Senhora.

Desgastado por mais de meio século de sofrimento intenso e de actividade apostólica constante em San Giovanni Rotondo, onde se situava o seu mosteiro, foi chamado à sua recompensa celestial em 23 de Setembro de 1968. Depois de um funeral público a que estiveram presentes 100.000 pessoas, o seu corpo foi sepultado na cripta da igreja de Nossa Senhora da Graça. Um número cada vez maior de pessoas, vindas de todas as partes do mundo, visitam o seu túmulo, e muitas delas dão testemunho das graças espirituais e temporais que recebem.

O Processo Diocesano para a Beatificação do Padre Pio foi concluído em 21 de Janeiro de 1990. Sua Santidade o Papa João Paulo II beatificou o Padre Pio em 2 de Maio de 1999 e canonizou-o em 16 de Junho de 2002. O facto de Deus nos ter enviado um tal Santo é um sinal inequívoco do Seu amor pelo nosso tempo, e um apelo a que imitemos e sigamos este santo homem, aproximando-nos de Deus por esta via.

O Santo Padre Pio e Nossa Senhora

O amor e devoção do Padre Pio pela Bem-Aventurada Virgem Maria são lendários. De facto, passou grande parte do seu ministério exaltando as Suas virtudes e exortando todos os Católicos a que recorressem com confiança à Sua piedosa intercessão. Um escritor bem conhecido sugeriu que "por detrás de todos os maravilhosos dons do Padre Pio, da sua extraordinária orientação das almas, do seu dom de bilocação e dos seus contactos com os anjos, estava Nossa Senhora, que o estimava como uma mãe estima a um filho, ao ponto de, numa altura em que ele, uma noite, foi agredido no seu quarto pelos demónios, Ela veio colocar uma almofada sob a sua cabeça para diminuir-lhe o sofrimento."

O Padre Pio escreveu muitas vezes sobre o seu amor pela Mãe de Deus, lembrando-nos: "descansa o teu ouvido no Seu coração materno e escuta as Suas sugestões, e assim sentirás nascer em ti os melhores desejos de perfeição." Ele considerava Nossa Senhora como a grande força de harmonia e orientação implícita no Santo Sacramento da Penitência, e disse que "para compreender o Sacramento e fazê-lo dar mais frutosm deves entregar-te às inspirações e à direcção da Santíssima Virgem."

Como verdadeiro filho de Nossa Senhora, o Padre Pio era dedicado ao Rosário, e diz-se que chegava a rezar o Rosário de 15 mistérios até 35 vezes por dia. Muitas fotografias mostram-no com a sua mão direita no bolso, onde guardava sempre o terço. Na verdade, incitava todos os Católicos a "amar a Senhora e a rezar o Rosário, porque o Rosário é a arma contra os males do mundo."

Quando lhe perguntavam qual era o papel de Nossa Senhora no plano divino da salvação, o Padre Pio respondia, dizendo que "todas as graças dadas por Deus passam pela sua Bem-Aventurada Mãe." Foi com este fundamento que celebrava a Missa da Imaculada Conceição quase todos os dias, na última década da sua vida terrena. Foi citado como tendo dito de Nossa Senhora que Ela "acompanha-me ao altar e fica ao meu lado enquanto celebro a Santa Missa."

O Padre Pio e Nossa Senhora de Fátima

O Padre Pio exprimia diariamente a sua devoção especial por Nossa Senhora de Fátima, rezando de joelhos no Seu oratório do mosteiro, perante um grande quadro rodeado de velas acesas. De facto, atribuiu à Virgem de Fátima ter salvado a vida.

Em 1959, a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima visitou a Itália. Na mesma altura, o Padre Pio adoeceu gravemente, tendo-lhe sido diagnosticado um tumor canceroso fatal. Em 6 de Agosto, a imagem de Nossa Senhora chegou a San Giovanni Rotondo. Ergendo-se do seu leito de doente, o Padre Pio rezou perante a imagem e beijou-Lhe os pés. Quando a imagem foi levada de helicóptero, disse: "Ó minha Mãe, quando viestes a Itália, encontrastes-me com esta doença. Viestes para me visitar aqui em San Giovanni e encontrastes-me ainda sofrendo com ela. Agora estais de partida e eu não fiquei livre da minha doença!"

Enquanto o Padre Pio fez esta oração, deu-se um milagre. O helicóptero que transportava a imagem de Nossa Senhora deu repentinamente três voltas por cima do mosteiro. O piloto disse mais tarde que não conseguia explicar o facto. Ao mesmo tempo, o Padre Pio sentiu uma impressão a correr através de si. O seu corpo foi penetrado por uma corrente de luz e sentiu rebentar o tumor. E exclamou: "Estou curado! Nossa Senhora curou-me!"

"Agradecei à Virgem de Fátima por mim," escreveu mais tarde. "No mesmo dia em que Ela partiu daqui, senti-me bem outra vez. Há três dias que voltei a celebrar Missa."




Formatado para impressão
Volta

imagemap for navigation Página inicial Mapa do site Contacto Pesquida Início da página>
<AREA SHAPE=DEFAULT HREF=