Homepage
Cruzada
Perspectivas
Sobre Fátima
Noticias
Recursos
Tercer Secreto
Consagración
Oración
Librería
Homepage
Apostolado
Para hacer un donativo
Más información
Nuestra señora de Fatima en línea
ImageMap for Navigation ¿Por qué Fátima? Mapa del sitio Contactar
Perspectivas Sobre Fátima

Padre Gabriel Amorth
-Requiescat In Pace!

Especial para o Site de Fátima
5 de Outubro de 2016

O Padre Gabriel Amorth, um bom amigo do Padre Gruner e do “The Fatima Center”, faleceu a 16 de Setembro de 2016. Ordenado Sacerdote em 1954, foi exorcista principal de Roma durante 36 anos. Diz-se que ele realizou aproximadamente 160.000 exorcismos. Foi autor de várias obras, onde se inclui Um Exorcista Conta a Sua História, o seu livro mais conhecido.

O Padre Amorth era um testemunho perene do facto de a Consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria, tal como fora pedida por Nossa Senhora de Fátima, estar ainda por realizar.

No seu número de Outubro de 2015, a revista pró-vida Faithful Insight publicou a entrevista do italiano Mauro Faverzani ao Padre Amorth. A breve entrevista abordava temas sobre a Mensagem de Fátima, a Consagração da Rússia e acontecimentos futuros.

As afirmações do Padre Amorth concordam com aquilo que ele já dissera ao Fatima Center em 2012.

Nesta entrevista de 2015 da Faithful Insight, o Padre Amorth afirmava: “A Consagração ainda não foi realizada. Estava eu ali na Praça de São Pedro no dia 25 de Março [1984], na primeira fila, a uma distância em que praticamente podia tocar no Santo Padre.  João Paulo II queria consagrar a Rússia, mas a sua comitiva não, por recear que os Ortodoxos se sentissem antagonizados.”

E o Padre Amorth continuou: “Por isso, quando Sua Santidade, de joelhos, consagrou o Mundo, acrescentou uma frase que não aparecia no texto, dizendo que estava a consagrar ‘especialmente aquelas nações das quais Vós pedistes Pessoalmente a Consagração.’ Assim, estava indiretamente a referir-se à Rússia. Contudo, está por fazer uma Consagração especifica. Pode sempre fazer-se. Com certeza se fará…”

Estas palavras do Padre Amorth são semelhantes ao que ele dissera em 2012 ao Fatima Center, perante as câmaras.

Numa alocução televisiva especial sobre o tema de Fátima, o Padre Amorth explicou: “Sim. Em 1984, na Praça de São Pedro, o Papa tentou consagrar a Rússia de um modo muito tímido. Foi no dia 25 de Março de 1984, e o Papa tinha junto de si a imagem de Nossa Senhora que fora levada de Fátima. É a imagem que normalmente fica no enorme recinto do Santuário, na Capelinha das Aparições, mas ele queria-a ali [em Roma] naquela ocasião. E o Papa, ajoelhando-se diante dela, tentou fazer a Consagração; mas em redor dele estavam políticos que lhe disseram:‘-Vossa Santidade não pode nomear a Rússia. Não pode!’ E ele perguntou-lhes outra vez: ‘-Posso nomeá-la?’ Mas eles responderam: ‘-Não! Não! Não!’”

A Consagração da Rússia está por realizar. A própria Irmã Lúcia o confirmou um ano depois desta tentativa de João Paulo II em 1984.

Numa entrevista do número de Setembro de 1985 da revista Sol de Fátima, perguntaram à Irmã Lúcia se o Papa cumprira com o pedido de Nossa Senhora ao consagrar o Mundo em 1984. A Irmã Lúcia respondeu: “-Não houve participação de todos os Bispos e também não mencionaram a Rússia.” Perguntaram-lhe depois: “Então a Consagração não se fez segundo o pedido de Nossa Senhora?” – ao que ela respondeu: “Não! Muitos Bispos não deram importância nenhuma a esse acto.”

O Padre Amorth, firme adepto da Mensagem de Fátima, recordou-nos que a Consagração será levada a cabo no futuro, e ele lamentava muito tal demora.

E declarou à Fatima TV: “Nosso Senhor apareceu à Irmã Lúcia e disse-lhe: “Farão a Consagração, mas será tarde.’ Sinto calafrios quando me lembro destas palavras ‘será tarde’, porque foi mesmo por nossa culpa que, em primeiro lugar, se deu a Segunda Grande Guerra.” Nossa Senhora tinha predito em 1917 que, se as Suas palavras não fossem atendidas, rebentaria uma guerra ainda mais terrível durante o reinado do Papa Pio XI (que ainda não era Papa à época das Suas Aparições em Fátima).

O Padre Amorth disse ainda: “O pior é que Nossa Senhora ordenou que o [Terceiro] Segredo fosse aberto em 1960… e infelizmente não o fizeram! Não revelaram o Segredo.”

À revista Faithful Insight, o Padre Amorth reiterou a promessa de Nossa Senhora de que “O Santo Padre Me consagrará a Rússia, que se converterá, e Deus concederá ao Mundo algum tempo de paz.”

Perguntaram-lhe então: ‘-Quando acha que ocorrerá esse grande acontecimento?’ Respondeu ele: “-É difícil dar pormenores sobre aquilo que não estamos a viver. Eu não sou um profeta!...”

E o Padre Amorth continuou, lamentando o ateísmo generalizado de hoje, e o facto de os homens colocarem a ciência num altar para lhe prestarem culto. “-Mas a ciência não cria” – advertiu ele – “apenas descobre. Virando as costas ao Senhor, aquilo que descobrem é aproveitado para fins desastrosos. Sem o Senhor, até o progresso é usado para o mal. Vemo-lo em leis que vão totalmente contra a natureza, tais como as do divórcio, do aborto, das uniões homossexuais… Nós esquecemo-nos de Deus! Por isso, Deus em breve admoestará a humanidade de um modo muito poderoso.”

Na entrevista, o Padre Amorth também reiterou a advertência da Jacinta de que “mais almas se condenam por causa dos pecados da carne do que por qualquer outra razão.”

E o Padre Amorth concluiu a entrevista com estas palavras: “-Devemos prestar atenção ao que diz Nossa Senhora!”

Pedimos-lhe, Leitor, que,na sua caridade, reze pela alma do Padre Gabriel Amorth!




amigable a su impresora
Pagina inicial

imagemap for navigation Página inicial Mapa del sitio Contactar Buscar