Testemunhos publicados:

Cardeal Ratzinger
(Novembro de 1984)

Em 11 de Novembro de 1984, o Cardeal Ratzinger, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, deu uma entrevista à revista Jesus, das Irmãs Paulinas. Na entrevista, intitulada “Eis porque a Fé está em crise”, e que foi publicada com a autorização explícita do Cardeal Ratzinger, este revelou que lera o Terceiro Segredo e que este se refere a "perigos que ameaçam a fé e a vida do Cristão e, portanto a (vida) do mundo."

O Cardeal Ratzinger disse ainda que o Segredo também se refere à "importância dos Novissimi [os Últimos Tempos / as Últimas Coisas]" e que "Se não é publicado, pelo menos por agora, é para evitar que a profecia religiosa se confunda com o sensacionalismo..." O Cardeal também revelou que "o conteúdo deste ‘Terceiro Segredo’ corresponde ao que foi anunciado na Sagrada Escritura e foi repetido em muitas outras aparições marianas, e em primeiro lugar na de Fátima ..."

Fotografia do extrato original em italiano
da revista "Jesus"
http://www.fatima.org/thirdsecret/images/pg317.jpg
Apresentamos aqui uma reprodução fotográfica da parte mais importante da entrevista do Cardeal Ratzinger, porque esta, que se refere ao Terceiro Segredo, foi aprovada por Sua Eminência no início de Outubro e publicada no número de 11 de Novembro de 1984 da revista Jesus. O texto original em italiano foi reproduzido fotograficamente e publicado em The Fatima Crusader, Nº 37, Verão de 1991. A tradução que apresentamos em baixo foi publicada em versão inglesa em The Fatima Crusader, Nº 18, Outubro-Dezembro de 1985 e em A Cruzada de Fátima, Nº 37, Verão de 1991 (com uma circulação de 1.000.000) — e nunca foi posta em causa por ninguém.
Reproduzimos aqui, portanto, a entrevista de Sua Eminência o Cardeal Ratzinger, tal como foi aprovada por ele nos primeiros dias de Outubro.


Uma das quatro secções da Congregação [para a Doutrina da Fé] ocupa-se das aparições marianas;

"Cardeal Ratzinger, leu o chamado Terceiro Segredo de Fátima, que foi enviado pela Irmã Lúcia ao Papa João [XXIII], que não quis revelá-lo e mandou que fosse depositado no arquivo [do Vaticano]?" (Em resposta, o Cardeal Ratzinger disse:)

"Sim, li-o," (E a franqueza desta reposta levou a outra pergunta:)

"Porque é que não foi revelado?" (A isto o Cardeal deu a seguinte resposta, que é muito instrutiva:)

"porque, segundo o julgamento dos Pontífices, não acrescenta nada de diferente a quanto um cristão deve saber da Revelação: uma chamada radical à conversão; a importância absoluta da história; os perigos que ameaçam a fé e a vida do Cristão e, portanto a (vida) do mundo. E cdepois, a importância dos Novíssimos [os últimos acontecimentos no fim dos tempos]. Se não é publicado, pelo menos por agora, é para evitar que a profecia religiosa se confunda com o sensacionalismo. Mas o conteúdo deste ‘Terceiro Segredo’ corresponde ao que foi anunciado na Sagrada Escritura e foi repetido em muitas outras aparições marianas, e em primeiro lugar na de Fátima, no que já se conhece da sua Mensagem. Conversão e penitência são condições essenciais para a salvação."

Na parte do texto da entrevista que reproduzimos em cima, o Cardeal disse que o Terceiro Segredo contém "profecia religiosa" que não pode ser revelada para "impedir que se confunda com o sensacionalismo". Mas em 26 de Junho de 2000, o mesmo Cardeal Ratzinger disse que o Terceiro Segredo se refere apenas a acontecimentos que já tinham acontecido (culminando na tentativa de assassínio do Papa em 1981) e que não continha qualquer profecia respeitante ao futuro. O que aconteceu para que o Cardeal Ratzinger mudasse de opinião? Porque é que sugeriu em 26 de Junho de 2000 que o Terceiro Segredo podia resultar apenas da inaginação da Irmã Lúcia? Se não acredita, podemos confiar na sua interpretação pessoal da Mensagem de Fátima?

Em Junho de 1985, a entrevista de Novembro de 1984 na revista Jesus foi publicada num livro intitulado O Relatório Ratzinger. As refefências-chave da entrevista que diziam repeito ao conteúdo do Terceiro Segredo foram misteriosamente omitidas do livro. Este foi publicado em inglês, francês, alemão e italiano e a tiragem ultrapassou 1.000.000 de exemplares. Embora as revelações sobre o Terceiro Segredo tivessem sido censuradas, o livro admitiu que a crise da Fé que o Padre Alonso afirmou ter sido predita no Segredo já nos alcançou, e que já afecta todo o mundo.1

Para mais informações sobre os assuntos relacionados com o Terceiro Segredo a que o Cardeal Ratzinger se refere nesta entrevista, leia o artigo "O autêntico Terceiro Segredo".

Notas:

  1. Padre Paul Kramer, ed., The Devil’s Final Battle, (The Missionary Association, Terryville, Connecticut, 2002) pp. 33, 274-275 (edição em português, O derradeiro combate do demónio; The Missionary Association, Buffalo, New York, 2003). Cf. Frère Michel de la Sainte Trinité, The Whole Truth About Fatima – Volume III: The Third Secret, (Immaculate Heart Publications, Buffalo, New York, 1990) pp. 822-823. Cf. também a revista Jesus de 11 de Novembro de 1984, p. 79, e ainda The Fatima Crusader, Nº 37, Verão de 1991, p. 7.
Artigos relacionados:

O autêntico Terceiro Segredo
O Cardeal Ratzinger fala sobre O Terceiro Segredo de Fátima

Na série "Testemunhos publicados":

  O Padre Fuentes (1957)
  Neues Europa (1963)
  O Padre Alonso (1975-1981)
  O Papa João Paulo II em Fulda, Alemanha (1980)
  A carta da Irmã Lúcia (1982)
  O Bispo de Fátima (10 de Setembro de 1984)
  Outras testemunhas (1930’s - 2003)